Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Protagonismo do Jovem Cientista e Meninas na Ciência marcaram a programação do SICTI na quinta-feira,03 de outubro.

  • Publicado: Segunda, 07 de Outubro de 2019, 13h37
  • Última atualização em Segunda, 07 de Outubro de 2019, 13h40
  • Acessos: 93
imagem sem descrição.

Na programação desta quinta-feira, 03, do XI Seminário de Iniciação Científica, Tecnológica e Inovação (SICTI), que acontece no Centro de Convenções de Marabá, os estudantes mostraram o quanto são dedicados e talentosos na pesquisa. Os trabalhos do “Protagonismo do Jovem Cientista “e das “Meninas na Ciência” se destacaram e chamaram a atenção do público.

As jovens cientistas do IFPA Campus Conceição do Araguaia, Camila Rocha e Marlúcia Silva, apresentaram o trabalho “O Uso de Defensivos Agrícolas Alternativos”, que são produtos preparados a partir de substâncias não prejudiciais à saúde humana e ao meio ambiente, destinados a auxiliar no controle de pragas e doenças da agriculta. O trabalho teve como orientador o professor Raul de Andrade.

Os defensivos são produzidos com produtos naturais e eficiência constatada no combate às pragas em geral, boa disponibilidade e custo reduzido. “Eles são muito importantes porque são inofensivos à nossa saúde, são de baixo custo e ideal para pequenos produtores, assim podem ser um meio de reduzir a utilização de produtos de alto teor de contaminação e que prejudicam a qualidade dos nossos alimentos”, enfatizou Camila.    

Ainda tivemos a apresentação dos seguintes trabalhos: Uma Experiência Prática com a Língua de Sinais ; Confecção de Óculos de Realidade Virtual de Baixo Custo; Computação Desplugada; Jogos e Brincadeiras para Aprendizagem de Eletricidade; Uso de ingredientes amazônicos para formulação de rações; Mecânica dos fluidos: uma abordagem cotidiana e experimental; e Criação de Jogos Educativos Utilizando o JOGAVOX.

Na Mostra Meninas na Ciência as jovens estudantes de 17 campi apresentaram excelentes trabalhos. A proposta foi idealizada pela Pró-reitora Ana Paula Palheta com o objetivo de incentivar discentes do gênero feminino ao ingresso e permanência na carreira acadêmica nas diversas áreas do conhecimento e evidenciar a vocação técnico-científica feminina em projetos de pesquisa de relevância institucional.
As alunas apresentaram resultados de projetos em pesquisa aplicada e inovação que desenvolvem juntamente com outros estudantes do IFPA.

A aluna Sofia Pantoja do Campus Marabá Industrial, curso de Eletromecânica, mostrou ao público o “Desenvolvimento de braço robótico controlado por arduíno como aplicação de estratégia para o ensino interdisciplinar e Inovação tecnológica”.
Segundo Sofia a ideia do desenvolvimento do projeto surgiu com o objetivo de envolver várias disciplinas como Matemática,Física, Língua Inglesa , entre outras, na criação de um único projeto, realizando assim o ensino interdisciplinar. “E proposta de ensino interdisciplinar, vários alunos e professores de várias disciplinas atuando juntos para criar o braço robótico, isso foi muito importante, pois a gente pôde ver a relevância de cada uma delas nesse processo, assim como a grande contribuição do trabalho em grupo”.

Outro trabalho muito interessante foi o MIA (Método de Incentivo à Aprendizagem) apresentado pela estudante Talita Almeida, do curso de Informática do Campus Santarém. O MIA é um protótipo de um aplicativo destinado a inclusão de crianças autistas no ensino, podendo ser usado pelos pais, professores e pela própria escola.

 

“O nosso aplicativo visa desenvolver, por meio de jogos, quatro aspectos das crianças autistas como coordenação motora, cognição, verbalização e interação social, o que vai contribuir significativamente para que essas crianças possam ter um processo de aprendizagem mais produtivo e dinâmico”.
Encerrando as atividades do dia aconteceu mais uma etapa da Gincana de Inovação, o Passa ou Repassa, momento muito aguardado pelos estudantes e divertido.

 

 

 

Ascom Marabá Industrial

registrado em:
Fim do conteúdo da página