Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Aluno do IFPA campus Bragança conquista menção honrosa em competição nacional

  • Publicado: Quinta, 09 de Dezembro de 2021, 17h21
  • Última atualização em Quinta, 09 de Dezembro de 2021, 17h21
  • Acessos: 395
imagem sem descrição.

 

No dia 8 de dezembro, por seu potencial transformador, o projeto “Hub itinerante de práticas agroflorestais no sul do Pará” conquistou menção a honrosa pelo terceiro lugar na premiação nacional “Jovens de Impacto: eu sou”. A proposta do estudante do curso de Licenciatura em Educação do Campo do Instituto Federal do Pará (IFPA) campus Bragança Mayko Rodrigo Martins da Paixão concorreu com outras 70 inscritas no Prêmio Chiara Lubich.

O trabalho foi elaborado em parceria com a estudante do curso de Engenharia Ambiental da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) campus Marabá Gleysla Carvalho. O objetivo do projeto proposto pelos jovens é levar para as comunidades tradicionais, indígenas e agricultores práticas relacionadas ao sistema agroflorestal, a bioeconomia e ao mercado que vem sendo desenvolvido na Amazônia. “Nosso objetivo é que eles tenham diversidade e autonomia de produção, aumento na renda e segurança alimentar. O concurso foi uma oportunidade de buscar recursos para o trabalho que desenvolvemos como voluntários”, destaca.

Além da menção honrosa, Mayko e Gleysla, receberam R$ 500,00. Eles esperam poder inscrever o projeto em outros editais para conseguir os recursos necessários para de fato tirar a iniciativa do papel e atender a Região de Carajás. “Foi maravilhoso participar deste Prêmio. Recebemos a menção honrosa da Chiara Lubich criadora da Economia de Comunhão e doutora honoris causa em Economia. Uma incansável no trabalho para a erradicação da pobreza”, comenta o estudante sobre sua alegria com a premiação.

Questionado sobre a importância da formação no IFPA nesta premiação, Mayko explica que o curso de Educação do Campo tem vários eixos integradores e um deles é espaço socioambiental e sustentabilidade no campo, onde os estudantes têm a chance de aprender sobre sistemas agroflorestais, educação ambiental e desenvolvimento rural sustentável. “O curso nos motiva a trabalhar com projetos voltados para os povos do campo, seja nas florestas, nas águas ou nas matas.  Nos proporciona aprendizados para que tenhamos esse pensamento crítico, criativo e transformador, que onde quer que estejamos, possamos colocar em prática o que vem sendo trabalhado em sala de aula”, garante.

Jovem de impacto: eu sou

O concurso é uma ação da Associação Nacional por uma Economia de Comunhão (Anpecom) com o apoio do United Word Project (UWP). É um estímulo para que os jovens, entre 18 e 35 anos, possam compartilhar suas propostas em prol da construção de um mundo mais justo, regenerativo, sustentável e fraterno com o compromisso de redução das desigualdades e erradicação da pobreza. Foi realizado em comemoração aos 30 anos da EdC Brasil. Os jovens poderiam concorrer em duas categorias: Ensaio ou Projeto.

registrado em:
Fim do conteúdo da página