Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

IFPA Castanhal está com vagas abertas para Curso de Licenciatura em Educação do Campo

  • Publicado: Quinta, 19 de Janeiro de 2023, 18h13
  • Última atualização em Quinta, 19 de Janeiro de 2023, 18h13
  • Acessos: 387
imagem sem descrição.

 

O Instituto Federal do Pará (IFPA), Campus Castanhal, está com Processo Seletivo Especial (PSE) para preenchimento de 40 vagas no Curso de Licenciatura em Educação do Campo, área de Ciências Humanas e Sociais, com ingresso no primeiro semestre de 2023, em turno integral e na modalidade presencial. O curso será desenvolvido em regime de Alternância Pedagógica, organizado em oito semestres letivos, dividindo-se em itinerários formativos Tempo Comunidade e Tempo Acadêmico, que consiste no processo de alternar, articular e integrar diferentes tempos e espaços de formação.

Para se candidatar a uma das vagas, é preciso ter concluído o Ensino Médio, residir ou atuar nos municípios da área de abrangência do Campus Castanhal, além de atuar como professor(a) nas escolas do campo da rede pública ou pertencer a comunidades do campo. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas de forma presencial, no Campus Castanhal, mediante apresentação da documentação descrita em edital, no período de 23 de janeiro a 03 de fevereiro.

O Processo Seletivo Especial será composto por duas fases. A primeira é a Prova de Redação, de caráter eliminatório e classificatório, que consiste na elaboração de um texto discursivo pelo candidato e posterior correção por docentes do IFPA. A segunda etapa, de caráter classificatório, é a realização de entrevista com os candidatos aprovados na primeira fase. As entrevistas serão realizadas, presencialmente, no IFPA de Castanhal.

A Educação do Campo compreende a Educação Básica em suas etapas de Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação Profissional Técnica de nível médio integrada com o Ensino Médio. O objetivo da Educação do Campo é atender às populações do campo em suas mais variadas formas de produção da vida, sejam agricultores familiares, extrativistas, pescadores artesanais, ribeirinhos, assentados e acampados da Reforma Agrária, quilombolas, caiçaras, indígenas e outros povos tradicionais.

ACESSE AQUI PARA MAIS INFORMAÇÕES

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página