Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

PROEN promove evento sobre educação inclusiva no instituto

  • Publicado: Quarta, 05 de Dezembro de 2018, 15h43
  • Última atualização em Quarta, 05 de Dezembro de 2018, 16h05
  • Acessos: 132
imagem sem descrição.

 

“Educação inclusiva e processo de aprendizagem”, esse foi o tema do primeiro ciclo de palestras do Núcleo de Atendimento às Pessoas com Necessidades Educacionais Especiais (NAPNE), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA). Promovido pelo Departamento de Assistência Estudantil e Ações Inclusivas da Pró-Reitoria de Ensino (PROEN), o evento teve como objetivo contribuir com a execução da política institucional de acessibilidade e inclusão de pessoas com necessidades educacionais especificas. O encontro ocorreu nos dias 04 e 05 de dezembro, no auditório do Centro de Tecnologias Educacionais e Educação à Distância (CTEAD) e teve transmissão online, além de tradução simultânea na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

 

Para abertura do evento, foi composta uma mesa diretiva, que contou com a presença da Chefe do Departamento de Assistência Estudantil e Ações Inclusivas, Adalcilena Café e do Reitor Substituto, André Moacir Miranda. “O intuito da nossa reunião é como nós podemos fortalecer essas políticas de atendimento. Para isso, a gente vai problematizar nesses ciclos de palestras, materializar essas políticas e estabelecer como essas ações podem ser pensadas por meio de planos de trabalho”, explicou Adalcilena Café.

 

André Moacir afirmou que há 39 alunos cadastrados no módulo de necessidades educacionais específicas e falou sobre os projetos de estruturação dos núcleos de atendimento. O Reitor Substituto ainda destacou o quanto esse atendimento especial pode mudar a vida de uma pessoa e, para ilustrar, citou o caso de um ex-aluno do IFPA que, com apenas 5% de visão, conseguiu se formar e agora é Professor do Instituto. “Isso é uma prova de que o atendimento adequado a esses nossos alunos pode levá-los aos mais altos níveis de conhecimento, de capacidade, de qualificação e de emprego. Então esse atendimento é muito importante e o IFPA vai, cada vez mais, reforçar esses núcleos de atendimento às pessoas com necessidades específicas”, afirmou André Moacir Miranda.

 

Em seguida, deu-se início à palestra “Práticas pedagógicas inclusivas: assegurando processos de aprendizagem”, proferida pela Professora Mestre, Scheilla Abbud, da Universidade do Estado do Pará (UEPA). A Professora começou provocando uma reflexão sobre o que mantém a exclusão nas nossas instituições e quais são os obstáculos estruturais, funcionais e atitudinais que são encontrados no cotidiano escolar para que a instituição seja inclusiva, questionamentos que permearam toda a palestra. Ela também trouxe dados do Brasil e do mundo sobre a trajetória histórica da pessoa com deficiência e a organização para atenção às suas necessidades específicas, além de conceito e definição de deficiência e princípios da inclusão, por fim, apontou caminhos possíveis em direção a educação inclusiva.

 

O segundo dia de programação começou com a palestra “Práticas pedagógicas inclusivas no IFPA Campus Tucuruí: deficiência visual”, ministrada pelo Professor Doutor João Elias Ferreira, Coordenador do NAPNE em Tucuruí, que apresentou a sua experiência com alunos com deficiência visual no Campus. João Elias falou sobre os deficientes visuais que foram seus alunos e a forma como ele teve que lidar com a deficiência ao apresentar uma imagem, por exemplo. O Professor destacou que, durante a sua trajetória acadêmica, nunca assistiu a uma palestra sobre inclusão e, portanto, aprendeu na prática como incluir esses estudantes, o que culminou num Pós-Doc, realizado na Austrália, onde passou um ano estudando, especificamente, a deficiência visual.

 

Para finalizar a programação, o Chefe do Departamento de Registros e Indicadores Acadêmicos da PROEN, Jucinaldo de Freitas, ministrou a palestra “Diálogos sobre a gestão do módulo de Necessidades Educacionais Especiais (NEE)”. O módulo faz parte do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) e tem o objetivo de apoiar, orientar e acompanhar a política de inclusão de estudantes com necessidades educacionais específicas.

 

O evento também foi transmitido pelo canal da ASCOM do IFPA, através do Youtube. Veja o encontro, acesse os links abaixo:

 

Primeiro dia

Segundo dia

Veja mais fotos. Clique aqui

 

Texto: Lívea Colares - ASCOM IFPA Reitoria

Fotos: Héden Franco - ASCOM IFPA Reitoria 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página