Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Projetos de Extensão aprovados em edital começam a receber Cartão Pesquisador

  • Publicado: Terça, 10 de Janeiro de 2017, 05h04
  • Última atualização em Quinta, 19 de Janeiro de 2017, 13h40
  • Acessos: 983
imagem sem descrição.


Coordenadores de projetos de extensão do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) já podem contar com uma importante ferramenta no desenvolvimento de suas atividades. Nessa semana, dez coordenadores de diversos campi receberam o Cartão Pesquisador, uma iniciativa promovida pela Pró-Reitoria de Extensão, em conjunto com a Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do instituto. A intenção é viabilizar a realização das atividades referentes aos projetos, no que diz respeito à aquisição de bens.


O Cartão Pesquisador busca minimizar a burocracia que existia em torno da aquisição de bens móveis, de consumo ou permanentes. Antes do Cartão, o coordenador precisava abrir um processo para adquirir o que era necessário para a execução de seu projeto, agora a aquisição é direta, dando mais autonomia ao coordenador e diminuindo esse tempo de obtenção. Assim, é possível adquirir mais rapidamente aquele item que o projeto está demandando.


Os projetos contemplados foram selecionados a partir do edital 03, de pró-extensão. Cada projeto recebe um auxílio financeiro de cinco mil reais. O Cartão Pesquisador viabiliza o acesso a esse dinheiro, pois funciona de maneira similar a um cartão de crédito, a partir do qual é possível fazer a aquisição de bens dedicados ao projeto, dentro de um conjunto de diretrizes e regras que eles precisam ser seguidas.


Ao todo, foram 36 projetos aprovados pelo edital, dentre esses, dez já receberam em mãos o Cartão Pesquisador, durante uma cerimônia que aconteceu no último dia 03 de janeiro, no IFPA Campus Belém. Os projetos de extensão contemplados pertencem às áreas de Arte, Cultura e Lazer; Direitos Humanos e Justiça; Educação; Meio Ambiente; Trabalho e Tecnologia e Produção. Os projetos foram desenvolvidos em 16 campi do Instituto.


O Pró-Reitor de Extensão, Fabrício Medeiros, destaca a importância do cartão não só para o IFPA, mas também para a comunidade atingida pelas ações dos projetos de extensão: “A intenção maior do projeto de extensão, além da formação do aluno, é o atendimento à comunidade e o que nós víamos antes do cartão é que alguns projetos não conseguiam chegar ao resultado final esperado, porque existia muito atraso na aquisição de itens que são importantes na hora de executar alguma atividade. Com o cartão espera-se que a gente consiga resolver esse problema e que agora a gente consiga atingir esse resultado final em todos os projetos de extensão, fazendo com que o atendimento à comunidade pelo IFPA, por meio desses projetos, seja mais satisfatório”, explicou.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página