Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Campus Ananindeua realiza 1° Ação Social e Cidadania

  • Publicado: Segunda, 01 de Abril de 2019, 17h27
  • Última atualização em Segunda, 01 de Abril de 2019, 17h27
  • Acessos: 149
imagem sem descrição.

 

 

Getúlio Ferreira tem 63 anos e está com o pé machucado, o que o impossibilita de sair de casa e ir para muito longe, mas na manhã dessa sexta-feira (29), ele teve a oportunidade de tirar novos documentos e cortar o cabelo. Esses foram alguns dos serviços oferecidos na 1° Ação Social e Cidadania do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA), Campus Ananindeua. O evento foi fruto de uma parceria entre a Comissão de Saúde e Qualidade de Vida do Campus e o Governo do Estado do Pará, por meio da Fundação Parapaz.

“Foi um projeto idealizado junto com o Governo do Estado para que nós pudéssemos levar as políticas públicas aonde elas não chegam, até essa comunidade mais carente, tendo em vista que o IFPA fica numa região que está em uma situação de vulnerabilidade social. A intenção é trazer essa comunidade pra cá pra dentro, o que é importante porque a gente aproxima o Instituto da comunidade, isso é extensão, isso é fazer com que a Instituição saia dos seus muros e vá até a comunidade para que ela possa usufruir não só da educação, mas também das políticas públicas de cidadania”, explica o Coordenador do Projeto, Washington Luiz Pereira.

Para cumprir com esse objetivo o evento contou com serviços de direito e cidadania, como emissão de documentos, inclusão de cadastro único aos programas sociais, atendimento ao Procon e Defensoria Pública e serviços na área de saúde e estética, com consultas médicas, verificação de pressão arterial, orientação de saúde bucal, testes rápidos de Doenças Sexualmente Transmissíveis, teste de glicemia e imunização. Lucilene Lima aproveitou para fazer alguns testes: “Eu estou achando muito legal essa ação, vim porque é perto da minha casa e estou aproveitando, ainda vou tentar consulta com o clínico geral também. Eu nunca tinha entrado aqui no campus, tinha vontade de entrar e achei bonito”, conta.

Mas o evento não foi aproveitado apenas pela comunidade externa, a estudante do Curso Técnico Integrado em Meio Ambiente, Amanda Faria, estava atenta às orientações sobre saúde bucal. “É muito importante para as pessoas terem consciência de que tem que ter maior cuidado com a saúde bucal, já aprendi técnicas novas aqui. O evento é muito importante pra conscientizar a população a ter mais cuidado com a sua saúde, cuidar da beleza e também tirar documentos que as pessoas estão precisando muito hoje”, destaca a aluna.

Para o Reitor do IFPA, Cláudio Alex da Rocha, a Ação Social do Campus Ananindeua reforça o compromisso do Instituto com a sociedade. “A educação é um braço muito importante da cidadania, a educação é um ato de amor e isso que estamos fazendo, que é uma das nossas ações na extensão, é um ato de amor para com o nosso povo, então a gente sempre está de braços e portas abertas pra comunidade, essa é uma educação pública e tem que estar sempre aberta e à disposição da nossa comunidade”, afirma o Reitor.

Além dos serviços ofertados, a Ação Social também contou com uma brinquedoteca com atividades lúdicas, stands da Central de Transplantes e do Hemocentro do Pará, para divulgação e sensibilização da importância da doação de órgãos, tecidos e sangue e palestras sobre direito da mulher, lei Maria da Penha e Feminicídio. A Banda da Guarda Municipal de Ananindeua foi a atração cultural do evento.

Quem estava presente também pôde conferir a ordem unida do Projeto Anjos da Guarda, que atende crianças em situação de vulnerabilidade social do Icuí-Guajará, houve ainda uma apresentação de capoeira dos meninos atendidos pelo projeto. O Anjos da Guarda estava sendo representado guarda Diogo Oliveira, aluno egresso do IFPA, que destaca a importância que o Instituto teve em sua formação: “É muito gratificante estar aqui. Apesar de não ter seguido em minha área de Edificações, pude trazer ao projeto grandes conhecimentos no que tange disciplina nos anos em que fiz parte desta honrada instituição. E abro uma ressalva que foi no antigo CEFET que vivi um dos melhores momentos de minha vida”, conta o egresso.

 

Texto: Lívea Colares | ASCOM IFPA Reitoria

Fotos: ASCOM IFPA Reitoria

 

 

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página