Ir direto para menu de acessibilidade.
Brasil – Governo Federal | Acesso à informação
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Campus Óbidos desenvolve aplicativo para monitoramento de casos de Covid-19

  • Publicado: Quarta, 13 de Maio de 2020, 21h45
  • Última atualização em Quarta, 13 de Maio de 2020, 21h47
  • Acessos: 190
imagem sem descrição.

 

          Professores do Instituto Federal do Pará (IFPA), Campus Óbidos, criaram um aplicativo para monitoramento de casos de Covid-19 no município. A ferramenta já está sendo utilizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para o acompanhamento de pessoas que apresentam os sintomas da doença. Com o aplicativo, o usuário pode enviar informações para a Semsa, facilitando e agilizando o monitoramento de casos. A equipe técnica da Secretaria passou por um treinamento para poder utilizar a ferramenta.

 Para melhor eficiência, o aplicativo atua em conjunto com um Sistema Web Administrativo, a combinação das duas aplicações forma um sistema de monitoramento completo e móvel, o Monitor Covid. Enquanto o aplicativo estabelece um canal de comunicação com a secretaria, fornecendo informações acerca de sintomas, o sistema web elabora relatórios a partir de filtros e ferramentas, com informações que servirão para tomadas de decisão ou ações para atendimento rápido aos usuários. O trabalho foi desenvolvido pelos professores e coordenadores do curso de Desenvolvimento de Sistemas do IFPA de Óbidos, João Lúcio de Souza Junior e Luiz Fernando Reinoso.

O aplicativo é para uso restrito de pessoas monitoradas, que procuraram postos de saúde apresentando algum sintoma leve e, portanto, devem ficar em isolamento dentro de suas casas. Durante esse período, a Secretaria deve estabelecer um canal de comunicação para solicitar informações acerca de possíveis sintomas de Covid-19 que possam aparecer. Anteriormente, o canal de comunicação era por telefone, sobrecarregando o atendimento, visto que era necessário atender uma pessoa de cada vez. Com o app, todos podem fornecer sua situação diária de forma rápida e produtiva, evitando a sobrecarga do sistema e a exposição do profissional de saúde, já que não é mais preciso ir à residência de todos monitorados, ou se deslocar com muita frequência. 

 

 

 

Para o professor João Lúcio, esse trabalho de monitoramento de casos é de fundamental importância no combate ao vírus. “Monitorar ajuda a evitar que o vírus se propague, bem como coloca a pessoa monitorada em uma situação de isolamento assistido, onde os órgãos de saúde não somente isolam a pessoa, mas também acompanham seu progresso em recuperação e dão suporte na sua melhoria de estado de saúde, logo, o monitoramento é uma ferramenta fundamental de combate a Covid-19”, explica.

“Nós nos unimos no combate da Covid-19 usando nossas capacidades em tecnologia, muito utilizadas em práticas educativas, para a frente de batalha junto aos profissionais de saúde. É uma forma de mostrar à comunidade o que de fato ensinamos em sala de aula, em primeira mão, o que é o profissional de tecnologia e o que representa as instituições de ensino na comunidade, provendo o melhor do conhecimento científico técnico brasileiro para a melhoria de nossos municípios”, conta o professor Luiz Fernando.

Além do Monitor Covid, o Campus Óbidos também doou Equipamentos de Proteção Individual (EPI). O professor Luiz Fernando desenvolveu protetores faciais para serem usados pelos profissionais da saúde que estão na linha de frente no combate à Covid-19, em Óbidos. O EPI foi confeccionado com um material resistente, de fácil higienização e mais confortável.

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página